Conselhos a uma alma hiperativa

Eu me lembro de, quando criança, ser bastante inquieto, hiperativo. Não conseguia ficar parado um minuto sequer. Estava sempre correndo, falando, batendo o pé, batucando, fazendo alguma coisa. O que não agradava muito as pessoas a minha volta. Não foram poucas as vezes em que ouvi: “Fica quieto, menino!” ou “Esse menino não para, meu Deus!”. Pois é, esse era eu. Ninguém me parava. Na verdade, havia uma pessoa capaz de por um fim as minhas ondas de inquietações: minha mãe. Ela tinha um jeito especial de segurar uma certa área da minha costela que me fazia aquietar na mesma hora! Um instante e você veria um outro menino, quieto, sóbrio, centrado.

Ás vezes eu me sinto assim internamente. Como se existisse uma mini versão do meu eu infanto-juvenil morando dentro do meu coração, correndo pelas salas da minha alma fazendo barulho, batucando, sem parar quieto. Por vezes sinto o meu coração agitado, minha alma perturbada, meu interior se revolvendo com a necessidade de fazer alguma coisa quando eu deveria estar descansando em Deus. Talvez pelo meu histórico de hiperatividade, descansar ás vezes não é uma tarefa fácil. Eu entendo perfeitamente porque a Bíblia nos manda “esforçar para entrar no descanso” em Hebreus 4:3. Ás vezes eu queria que eu pudesse, como minha mãe, dar um beliscão na minha alma para ela ficar quieta e parar de se agitar com qualquer coisa… Mas não consigo.

E parece que eu não sou o único a sofrer com isso. Sabe Davi? Então, duas vezes no salmo 42 ele faz uma pergunta e dá um conselho para a sua alma:

 “Por que você está assim tão triste, ó minha alma? Por que está assim tão perturbada dentro de mim? Ponha a sua esperança em Deus! Pois ainda o louvarei; ele é o meu Salvador e o meu Deus.”( Sl 42:5,11).

 Eu amo a sinceridade de Davi e a forma como ele conversa consigo mesmo. Eu me identifico. Quantas vezes eu tenho que dizer para mim mesmo: “Espera em Deus! Confia nele! Ele nunca falhou, nunca te abandonou! Lembra de todas as vezes que Ele te socorreu e foi fiel com você, cara!”. Mas ás vezes parece não adiantar. O que fazer quando o seu eu hiperativo não quer te ouvir? Para descobrir isso, vamos a um texto bastante obscuro e desconhecido da Bíblia. Poucos conhecem esse texto e sua interpretação é complicada e requer bastante conhecimento hermenêutico e exegético. Me refiro ao Salmo 23.

“O SENHOR é meu pastor e nada me faltará. Ele me faz repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso; refrigera-me a alma.”(Salmo 23:1-3)

 Quem te faz repousar? Quem te leva para as águas de descanso? Quem refrigera, restaura, acalma a sua alma? Deus! Como sempre, a resposta não está em você, mas nele! Ele é o responsável por te fazer descansar, Ele é o responsável por te dar descanso. Efésios 2:6 diz que ele nos fez assentar com Cristo nos lugares celestiais, em uma posição de descanso e vitória. Ele é quem nos fez assentar.

Mas isso parece pouco prático. Como eu experimento isso na minha vida? Porque, querendo ou não, minha alma continua esperneando dentro de mim.

Bem, existe algo que você precisa fazer: aceitar a paz que Deus já concedeu a você.

“Porque assim diz o Senhor DEUS, o Santo de Israel: Voltando e descansando sereis salvos; no sossego e na confiança estaria a vossa força, mas não quisestes.” (Isaías 30:15)

Olhe o que Deus está dizendo aqui! Ele ofereceu seu descanso e a sua Paz ao povo de Israel, mas eles não quiseram. Eles escolheram não confiar em Deus, mas em si mesmos. O resultado disso é desastre certo. Se você quer descansar, se recuse a recusar o descanso que Ele te oferece. Não se apegue às suas preocupações, aos seus medos, aos seus esforços… Se renda e deixe Ele te conduzir ás águas de descanso. Pare de tentar, e deixe Ele fazer o que você não consegue fazer.

O trabalho dele é te dar descanso, o seu trabalho é não atrapalhar o trabalho dele. É manter a mente nele e deixar que Ele te conserve em plena paz (Isaías 26:3). Pare de focar nas suas circunstâncias e foque naquilo que a voz dele está dizendo para você: “Eu estou aqui. Eu te amo! Eu estou contigo todos os dias até o fim do mundo e além. Ninguém te tira da minha mão. Você é meu!”

Anúncios

Um pensamento sobre “Conselhos a uma alma hiperativa

  1. Pedro. disse:

    Mto bom, João.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: