Declarados Justos

É provável que, em algum momento da sua vida, você tenha tido contato com a história da Criação. Caso você não seja desse planeta – descobriram água salgada em Marte, né? Vai que… (Brincadeira!) – e não tenha ideia do eu estou falando, deixe-me te dar um breve resumo: no início, não existia nada no universo. Na verdade, nem o universo existia. Era um imenso Nada. Aí, Deus começou a falar e tudo se fez. Passaram-se alguns milhares de anos e cá estamos nós lendo este texto. Pronto, acabou.

Essa história está longe de fazer qualquer sentido lógico. E talvez seja este o motivo pelo qual existem tantas teorias e tanta discussão a respeito da origem do universo. Eu não quero sequer chegar perto desta discussão, hoje! Tudo que eu preciso para passar minha mensagem é que você concorde com o que Hebreu 11:3 fala: que apenas pela fé somos capacitados a entender como, através da palavra de Deus, o Nada deu origem ao Tudo.

“Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo que aquilo que se vê não foi feito do que é visível.” (Hebreus 11:3)

Acreditar nisto vai muito além de uma simples opinião sobre a Criação. Acreditar nisto tem efeito direto no entendimento de quem você é em Cristo. Quer ver? Leia comigo um trecho de Romanos na versão da Bíblia Amplificada.

“[…] Retidão, posição reta aceitável para com Deus serão garantidas e creditadas também a nós que também cremos, confiamos,  aderimos  a  e  descansamos  em  Deus,  que  ressuscitou  Jesus  nosso Senhor da morte, que foi traído e posto à morte por causa de nossos mal feitos e foi levantado para assegurar  nossa  justificação  (nossa  absolvição),  fazendo  a  quitação  de  nossas contas e nos absolvendo de culpa diante de Deus.

Consequentemente, uma vez que vocês foram justificados (absolvidos, DECLARADOS JUSTOS  e  receberam  uma  posição  reta  diante  de  Deus)  através  da  fé,  vamos  nos apegar ao fato que nós temos a paz da reconciliação para abraçar e para desfrutar paz com Deus através de nosso Senhor Jesus Cristo, o Messias, o Ungido.” (Romanos 4:24-25, 5:1)

Quero chamar a sua atenção para a expressão “foram justificados”. O motivo pelo qual eu escolhi ler na versão Amplificada é porque ela traduz melhor o sentido original que esta expressão tem. A ideia é a de um tribunal, onde o réu é, literalmente, DECLARADO JUSTO. Ou seja, onde um juiz declara, em alta voz, a inocência daquele réu.

Da Criação, percebemos que as palavras que saíram da boca de Deus foram o suficiente para criar algo. O mesmo acontece aqui. Quando Deus, na figura do juiz, declara em alta voz a nossa justiça, a justificação vem à existência. Na fração de segundos entre reconhecermos Jesus como seu Senhor e nosso próximo suspiro, Ele nos fez justos.

Perceba que Deus não precisou de matéria prima para fazer os planetas ou as estrelas. Antes, “aquilo que se vê não foi feito do que é visível”. Da mesma forma, Deus não demanda de nós ações e atitudes que viabilizem a nossa justificação. Entenda o seguinte: um andar correto é fruto da justificação, e não sua raiz. Primeiro nós somos justificados e, então, começamos a mudar a nossa maneira de viver.

Portanto, deixe de tentar conquistar a sua justificação. Ela jamais virá à existência com base no que você fez ou deixou de fazer. Muito pelo contrário! Deus já te declarou justo. As palavras criadoras d’Ele trouxeram a justificação à existência dentro de você. Não importa se as suas atitudes ainda não demonstrem isso. Da mesma forma que a Criação não deve ser entendida pela lógica, você precisa usar a sua fé para crer que você é justiça de Deus. Deixe de lado todo julgo e toda condenação. Abra mão desse fardo de se achar indigno de Deus. Ele já te fez aceitável e te garantiu paz e acesso direto ao trono d’Ele!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: